🚚 FRETE GRÁTIS nas compras acima de R$ 149

O hidrolato é a água resultante do processo de destilação de plantas para obtenção de óleo essencial. Sendo assim, para identificar um hidrolato é necessário observar três pontos essenciais: a presença exclusivamente de ingredientes naturais, a utilização de plantas como matéria-prima e o processo de extração.

Ele pode ser confundido com outros produtos como água perfumada, água floral e hidrossol, que podem conter ingredientes sintéticos e não ter o mesmo valor terapêutico do hidrolato, que é definido pelo seu método de produção.

O hidrolato não é a simples mistura do óleo essencial com água — é formado por componentes hidrossolúveis, moléculas de óleo essencial e fluido da planta matriz durante a destilação.

Essa água, que antigamente era jogada fora, tem diversas propriedades terapêuticas e substâncias aromáticas. Seus benefícios estão sendo explorados pelas indústrias de cosméticos, perfumaria, alimentos e aromaterapia.

Como é um produto 100% puro e natural, deve-se tomar muito cuidado com o seu armazenamento. O prazo de validade é relativamente curto, tanto que alguns fabricantes adicionam óleo essencial de melaleuca (tea tree) como agente conservante e aconselham a mantê-lo na geladeira.

Leia a seguir 5 curiosidades sobre os hidrolatos que você precisa conhecer, a começar pelo processo de destilação.

 

Processo de destilação

 

O processo de destilação vai separar o hidrolato, que contém as substâncias solúveis em água da planta, do óleo essencial. Essa técnica pode ocorrer por meio de hidrodestilação ou destilação a vapor.

A hidrodestilação é o processo mais artesanal, em que o material vegetal é mergulhado na água a uma temperatura inferior, evitando a perda de substâncias sensíveis à temperatura. Depois que a água entra em ebulição, o vapor vai para um condensador e os subprodutos são separados. É um processo mais lento e com menos rendimento.

Já a destilação a vapor é o método mais utilizado, em que o material vegetal é submetido à ação do vapor d’água criado em caldeiras. O vapor atravessa a matéria-prima e vai até o condensador, onde o óleo essencial e o hidrolato retomam a forma líquida. Depois os dois são segregados no separador.

Mas qual é a diferença entre hidrolato e óleo essencial? Entenda a seguir.

 

Diferença entre hidrolato e óleo essencial

 

A grande diferença entre eles é a concentração de cada um —uma gota de óleo essencial equivale a 25 xícaras de chá da planta e uma colher de sopa de hidrolato corresponde a 15 xícaras de chá da planta.

O óleo essencial é um produto natural, mas por possuir propriedades muito concentradas e aroma intenso, possui algumas contraindicações. Ele tem o potencial de irritar os tecidos, causando sensibilização. Além disso, seu uso não é seguro para crianças, gestantes e idosos.

Já o hidrolato possui propriedades diluídas e o aroma é menos intenso, podendo ser aplicado diretamente na pele. Pode ser utilizado em primeiros socorros para cortes, arranhões e feridas.

O hidrolato segue o mesmo princípio da homeopatia e é mais indicados para situações de sensibilidade, como para o uso em crianças, idosos e gestantes. É portanto mais seguro, fácil de usar e suave do que o óleo essencial.

Outra diferença entre eles está relacionada ao prazo de validade. Enquanto os óleos essenciais tem uma vida útil longa, podendo durar muitos anos, os hidrolatos possuem uma vida útil curta. Eles são extremamente suscetíveis às condições do processo de destilação e de armazenamento e manuseio. Dependendo do tipo de planta e do pH, podem durar aproximadamente um ano.

Entenda logo após as formas de uso dos hidrolatos.

 

Formas de uso

 

Os hidrolatos podem ser utilizados de três formas: aplicação na pele, inalação e ingestão.

Seu uso tópico é o mais difundido, devido suas propriedades cosméticas. É indicado para a limpeza, hidratação e tonificação da pele. Pode ser usado como spray, máscara, loção, compressa, etc.

Os hidrolatos também podem ser utilizados na aromaterapia. São indicados para fortalecer a imunidade, melhorar a respiração, relaxar o corpo e a mente, por exemplo. Podem ser usados por meio de difusores, vaporização, banhos aromáticos e aromatizadores de ambiente.

A ingestão de hidrolatos também é uma forma comum de consumo, porém no Brasil não é apoiada pela Anvisa. O hidrolato de rosa, por exemplo, é utilizado há muito tempo na culinária indiana e marroquina.

Agora entenda para que serve cada tipo de hidrolato e suas propriedades terapêuticas.

 

Tipos de hidrolatos, suas propriedades e indicações

 

O hidrolato de Camomila possui propriedades anti-inflamatória e calmante. É indicado no caso de queimaduras, eczemas, psoríase e para melhorar a qualidade do sono.

O hidrolato de Lavanda tem ação regenerativa e pode ser utilizado para recuperar a pele exposta à depilação, queimaduras solares, erupções cutâneas, insolações, lesões, picadas de insetos e coceiras.

O hidrolato de Melaleuca possui propriedades antisséptica, antifúngica, antibacteriana e antiviral. É indicado para dores de garganta e infecções fúngicas nas unhas.

O hidrolato de Eucalipto Globulus é uma ótima opção para fortalecer sistema imunológico. Pode ser usado para aliviar tosse, resfriado e infecção pulmonar.

O hidrolato de rosa tem ação regenerativa e antibacteriana e é indicado para o tratamento de acnes, queimaduras e dermatites.

O hidrolato de Sálvia Sclarea tem propriedades antiespasmódica e anti-inflamatória. É ideal para mulheres que querem combater os sintomas da TPM, como cólica, inchaço, retenção de líquidos e irritabilidade.

Esses são apenas alguns exemplos de hidrolatos, existe uma infinidade de tipos e de indicações.

 

Consumo sustentável

 

Existe uma preocupação crescente com a sustentabilidade, que influencia o modo de vida das pessoas e a forma como consomem. As pessoas estão se preocupando cada vez mais com a procedência dos produtos e buscando opções mais naturais e menos processadas.

A Relax Cosméticos Naturais surgiu exatamente neste contexto, com o intuito de estimular o consumo ético e sustentável de cosméticos. Seu diferencial é oferecer cosméticos verdadeiramente naturais e livres de ingredientes nocivos. Seus produtos são veganos e existe uma linha totalmente livre de embalagens plásticas.

O hidrolato é um produto sustentável, puro e natural, mas como pode facilmente ser confundido com outras opções disponíveis no mercado, é preciso estar atento ao rótulo da embalagem e à procedência.

Comprando seu hidrolato na Relax você evitará ingredientes sintéticos, aditivos artificiais, álcool e conservantes, além de contribuir de forma efetiva com a sustentabilidade.